Como utilizar o plantio direto para controle de arroz-vermelho
18 de Abril de 2022 | Postagem realizada por : Rancho King

Como utilizar o plantio direto para controle de arroz-vermelho

O método consiste no preparo antecipado do solo

A produção de arroz vermelho no Brasil concentra-se nos estados da Paraíba, maior produtor, e Rio Grande do Norte, mas ele é encontrado como cultura de subsistência no Ceará, Pernambuco, Minas Gerais e Espírito Santo, onde ainda é cultivado utilizando-se técnicas tradicionais. A produção desse arroz no País, em anos de safras normais (sem escassez de chuvas), é de cerca de dez mil toneladas, um terço do que era produzido há 50 anos. Embora seja encontrado nas feiras em alguns estados do Nordeste é possível encontrar o arroz vermelho em supermercados, na prateleira reservada aos arrozes especiais, com preço superior ao arroz branco, chegando ao dobro do valor. 

De acordo com a publicação da Embrapa Arroz e Feijão, o método para controle consiste no preparo antecipado do solo e, a seguir, a àrea permanece em pousio por cerca de 30 dias para a germina ção e emergência do arroz-daninho e demais plantas daninhas. Na época de semeadura, a vegetação que constitui a cobertura morta para o plantio direto é dessecada quimicamente usando-se herbicidas não-seletivos. O plantio com semeadora de plantio di reto pode ser iniciado um dia após a aplicação, evitando-se ao máximo qualquer movimento do solo, o que favoreceria a reinfestação da área. Outra alternativa de preparo de solo utilizada no Rio Grande do Sul é o chamado preparo de verão nas áreas em pousio com pastagem e que, durante o período de outono/inverno, podem ser cultivadas com forrageiras, e o plantio do arroz efetua do na resteva da pastagem.

O não-surgimento do arroz-vermelho nesse sistema ocorre simplesmente porque o solo não é revolvido. O sistema de semeadura direta também tem sido adaptado para o sistema pré-germinado. No entanto, nesse caso, a semeadura é efe tuada a lanço, em lâmina de água colocada na lavoura de 2 a 3 dias após a dessecação das plantas daninhas. Esse sistema tem-se mostrado mais eficiente em solos mais leves (argilo-arenosos). Em solos argilosos, ocorre o ressecamento do solo durante o período de pousio, dificultando o estabelecimento das sementes pré-ger minadas.

VEJA TAMBÉM


Deixe o seu comentário

A tecnologia foi desenvolvida em parceria com a Basf e é indicada tanto para semeadura direta, quanto para pré-germinado

Entidade vai apresentar na pauta as realidades e perspectivas do mercado do arroz além de estreitar relacionamentos

O método consiste no preparo antecipado do solo