Exportação de arroz cresce 65% em fevereiro, diz Abiarroz
18 de Abril de 2022 | Postagem realizada por : Rancho King

Exportação de arroz cresce 65% em fevereiro, diz Abiarroz

Em valor, os embarques de fevereiro representaram pouco mais de US$ 40 milhões, contra US$ 22,7 milhões de igual mês de 2021, de acordo com a Abiarroz.

Além da Venezuela, Cuba, Peru, Estados Unidos e Cabo Verde estão entre os principais compradores do produto brasileiro.

As importações brasileiras de arroz em fevereiro somaram 70,2 mil t, o equivalente a US$ 17,2 milhões. No mesmo mês de 2021, o Brasil importou 82,1 mil t (US$ 26,2 mi).

Desempenho

No primeiro bimestre de 2022, as exportações de arroz (base casca) alcançaram 277,3 mil t, com receita de US$ 84,9 milhões.

Nos dois primeiros meses de 2021, os embarques do cereal atingiram 103,3 mil t, com faturamento de US$ 32,2 milhões.

“Neste ano, a balança comercial do setor apresenta um superávit de cerca de US$ 60 milhões, enquanto no mesmo período de 2021 foi deficitária em US$ 40 milhões”, assinala a gerente de Exportação da Abiarroz, Carolina Matos.

Estados Unidos e Canadá

A expectativa da Abiarroz é que o desempenho das exportações possam ser ainda melhores nos próximos meses. Para tanto, segue intensificando, por meio do Projeto Brazilian Rice, em parceria com a ApexBrasil, as ações de promoção comercial em mercados prioritários na América do Norte.

Uma dessas ações ocorrerá de 22 a 24 de março, em Las Vegas (EUA), durante a Sial América, uma das maiores feiras mundiais de alimentação e bebidas. Nesses três dias, as empresas participantes do Brazilian Rice vão expor seus produtos no Pavilhão Brasil, organizado pela ApexBrasil, e fazer contatos com importadores norte-americanos e de outros mercados.

A segunda ação promocional do arroz beneficiado brasileiro será realizada durante a Sial Canadá, em Montreal, de 20 a 22 de abril. Quatro empresas vão estar no estande do Brazilian Rice durante os três dias da exposição.

“Além da feira, faremos uma missão comercial no Canadá para divulgar o arroz brasileiro e impulsionar nossas exportações”, informa Carolina Matos.

Deixe o seu comentário

A tecnologia foi desenvolvida em parceria com a Basf e é indicada tanto para semeadura direta, quanto para pré-germinado

Entidade vai apresentar na pauta as realidades e perspectivas do mercado do arroz além de estreitar relacionamentos

O método consiste no preparo antecipado do solo